top of page

A Vida em Vermelho no Teatro Municipal de Ribeirão Preto (via Sesc)

Atualizado: 28 de jul. de 2019


Finalmente Ribeirão Preto pode conferir o espetáculo “A Vida em Vermelho: Brecht e Piaf”. O espetáculo foi anunciado em agosto do ano passado pelo Sesc Ribeirão Preto, mas teve que ser cancelado porque a atriz Letícia Sabatella (@leticia_sabatella) estava sem voz. O cancelamento ocorreu no dia da apresentação no Theatro Pedro II. A plateia lotada esperava ansiosamente pelo espetáculo quando Letícia Sabatella despida de qualquer personagem adentrou ao palco e conversou com o público e contou o que estava acontecendo. Depois de quase um ano, eis que o Sesc trouxe o espetáculo para duas apresentações no Teatro Municipal.

Desta vez, o espetáculo que narra um encontro fictício entre a cantora francesa Edith Piaf e o dramaturgo alemão Bertolt Brecht foi apresentado sem nenhum problema. Com forte inspiração na estética dos cabarés da década de 20, “A Vida em Vermelho” é um projeto audacioso. Mistura teatro, com música, poesia e camadas interpretativas. Sabatella e o ator Fernando Alves Pinto vivem Edith e Bertoldo, dois artistas que estão disputando o voto do público para uma apresentação musical da vida e obra de Piaf ou de Brecht. Eles cantam e interpretam essas duas personalidades, mas sempre se utilizando de tom didático que flerta com o estranhamento brechtiano.


A intenção nem sempre se mostra acertada e o espetáculo parece disperso e um pouco frouxo, carecendo de uma dramaturgia menos preguiçosa. Às vezes, a impressão que se tem é que pegaram as canções de um e de outro e jogaram ali sem maiores amarrações. Essa sensação enfraquece o projeto como um todo. As brincadeiras entre os dois personagens também soam deslocadas e ou inadequadas, parecendo até encheção de linguiça.

Nada disso era preciso. O talento de todos que participam do projeto é evidente, desde Sabatella e Alves Pinto, passando por toda a banda. São eles os responsáveis pelos melhores momentos. Letícia Sabatella é uma atriz maravilhosa. Sua interpretação é minimalista, mas ela também consegue ser visceral, sem nenhum esforço aparente. Fazendo de seu registro de interpretação algo único. E como canta bem essa mulher! O espetáculo é dela. Ela faz e acontece e a nós só nos resta aplaudi-la de pé.


Antes da apresentação, Sabatella gentilmente nos recebeu em seu camarim e nos concedeu essa entrevista, que você assiste abaixo. Nela, conversamos sobre assuntos políticos e a polarização que estamos vivenciando em nosso país atualmente. Para quem não se lembra, a atriz foi hostilizada em ato contra a Dilma em Curitiba em 2016. A atriz que sempre se posicionou politicamente contra o impeachment de Dilma foi reconhecida e hostilizada pelos manifestantes favoráveis. Toda a cena foi registrada pelo celular da atriz e compartilhada em seu Instagram. Conversamos também sobre feminismo sob a ótica de uma personagem como Piaf que viveu grande amores e sofreu nas mãos dos homens. Entre outros assuntos...

Nós, do Himalaia, agradecemos a gentileza da atriz que tão atenciosamente nos atendeu. Agradecemos também aos Sesc e a Secretária da Cultura de Ribeirão Preto.


E assim, realizamos mais um vídeo de entrevista da série "Sem Cortes com Eme Barbassa", confira o material em nosso canal no youtube:

Créditos: Todas as fotografias são da nossa fotógrafa Lisa Cristine (@lisaccristine).

1 comentário

1件のコメント


Eme Barbassa
Eme Barbassa
2019年7月23日

Orgulho de ter realizado essa entrevista!

いいね!
bottom of page